Bone diagenesis in Via XVII inhumations (Bracara Augusta): Identification of taphonomic and environmental factors in differential skeletal preservation

  • Luís Miguel Marado Unidade de Arqueologia, Lab2PT, Universidade do Minho; CIAS, Universidade de Coimbra
  • Cristina Braga Unidade de Arqueologia, Lab2PT, Universidade do Minho
  • Luís Fontes Unidade de Arqueologia, Lab2PT, Universidade do Minho
Keywords: Bioarchaeology, Funerary archaeology, Bone decomposition, Late Roman/paleochristian

Abstract

Bone decomposition in archaeological contexts is differential and dependent on geological and taphonomic variables. The present work analyses evidences of skeletal diagenesis in 25 inhumations (3rd-4th to 5th-7th centuries) from the Via XVII necropolis of Bracara Augusta (Braga, Portugal).
Bracara Augusta is located in the Minho region, Northwest Portugal. Minho’s granitic soils are characterized by high acidity. Precipitation is high in cold seasons and markedly reduced in the summer. The influence of these factors on bone preservation of Via XVII inhumations was analyzed through the comparison between graves with different structural traits (box presence, box material, sediment presence, chronology, coffin/stretcher presence or material, and cover presence or type), using the chi squared test. None of the comparisons showed significant differences in skeletal preservation frequencies. Yet, the comparison between graves that structurally limit skeletal contact with sediment (sealed/undisturbed boxes) or water flow (gable roof boxes) (100%) and the remaining graves (43.8%) presented significantly different frequencies (χ2 = 7.910; p = 0.005).
The taphonomic conditions of Via XVII inhumations are inadequate for bone preservation. In graves preserving osteological material, the presence of a box structure is essential, yet only of determining influence if kept sealed or covered with a gable roof. The continued study of taphonomic factors influencing bone diagenesis will allow the preparation of archaeological excavations in Braga funerary contexts to account for the needed specialists and materials.

 

Diagénese óssea em inumações da Via XVII (Bracara Augusta): Identificação de fatores tafonómicos e ambientais na preservação esquelética diferencial
A decomposição dos ossos em contexto arqueológico é diferencial, dependente de variáveis geológicas e tafonómicas. O presente trabalho analisa evidências relativas à diagénese esquelética em 25 inumações (séculos III-IV a V-VII) da necrópole da Via XVII de Bracara Augusta (Braga).
Bracara Augusta localiza-se no Minho, região no noroeste de Portugal Continental de solos graníticos caracterizados por elevada acidez. A precipitação é elevada nas estações frias, reduzindo-se marcadamente em períodos quentes. A influência destes fatores na preservação óssea das inumações escavadas na Via XVII foi pesquisada pela comparação entre sepulturas de diferentes características estruturais (presença de caixa, material da caixa, contacto com sedimento, cronologia, presença de caixão/padiola, tipo e presença de cobertura), recorrendo ao chi quadrado. Nenhuma das comparações revelou diferenças significativas nas frequências de preservação esquelética. No entanto, a comparação entre sepulturas de estrutura limitadora do contacto com sedimento (caixas seladas/não perturbadas) ou do fluxo de água (caixa com cobertura de duas águas) (100%) com as restantes sepulturas (43,8%) revelou frequências significativamente diferentes (χ2 = 7,910; p = 0,005).
As condições tafonómicas das inumações da Via XVII são inadequadas para a preservação óssea. Nos casos em que se preservam evidências osteológicas, a presença de estrutura em caixa é fundamental, mas só tem influência determinante se se mantiver selada ou tiver cobertura de duas águas. A continuação do estudo dos fatores tafonómicos que mediam a diagénese óssea permitirá que a preparação das escavações arqueológicas de contexto funerário em Braga determine os especialistas e instrumentos adequados ao projeto.

Keywords: Bioarqueologia; Arqueologia funerária; Decomposição óssea; Período tardo-romano/paleocristão.

Published
2018-11-26
How to Cite
Marado, L., Braga, C., & Fontes, L. (2018). Bone diagenesis in Via XVII inhumations (Bracara Augusta): Identification of taphonomic and environmental factors in differential skeletal preservation. Estudos Do Quaternário / Quaternary Studies | Online ISSN: 2182-8660 | Print ISSN: 0874-0801, (18), 67-76. https://doi.org/10.30893/eq.v0i18.171
Section
Articles