Camellones e agricultura pré-hispânica na Sabana de Bogotá-Colômbia: um exemplo de gestão da água em áreas inundáveis

  • Lorena Rodríguez-Gallo Universidade Manuela Beltrán, Colômbia
Keywords: Camellones, Muiscas, Sabana de Bogotá, agricultura pré-hispânica, arqueologia da paisagemarqueologia da paisagem

Abstract

O objetivo central do presente artigo foi o de analisar o sistema hidráulico de campos elevados de cultivo, camellones, construído ao longo de 2500 anos por populações pré-hispânicos da Sabana de Bogotá, Colômbia. A análise focou a relação estabelecida entre estas populações e a água, de modo a explicar os mecanismos pelos quais essa interação levou à construção duma paisagem agrícola, em particular no que diz respeito ao aproveitamento de recursos e de ocupação do território, durante o período Muisca Tardío (1000-1550 DC). A discussão baseou-se na perspectiva teórica da arqueologia da paisagem e esteve apoiada na metodologia da fotointerpretação bem como na análise de dados arqueológicos, paleo-ambientais e de documentação colonial, conseguindo assim concluir que o sistema de camellones foi o resultado da inter-relação homem-meio, pela qual as populações pré-hispânicas criaram uma forma de viver num meio alagado, fazendo da água o eixo e a rede de ligação entre os canais, plataformas para o cultivo, assentamentos, áreas de caça, de pesca e de mitigação das enchentes.

Camellones and pre-hispanic agriculture in the Sabana de Bogotá-Colombia: an example of water management in flooded areas
The central theme of this article is the hydraulic system of raised fields, camellones, built throughout 2,500 years by the Prehispanic populations of the Sabana de Bogotá, Colombia. The analysis focused on the relationship established between these populations and water, in order to explain the mechanisms by which this interaction led to the construction of an agricultural landscape, in particular regarding the use of resources and the occupation of the territory, during the Late Muisca period (1000-1550 AD). The discussion was based on the theoretical perspective of landscape archeology and was supported by the methodology of photointerpretation as well as the analysis of archaeological, paleoenvironmental and colonial documentation data, thus concluding that the camellones system was the result of interrelationship man-environment, whereby the Pre-Hispanic populations created a way of living in a flooded environment, making water the axis and the network of connection between channels, cultivation platforms, settlements, hunting, fishing and flood mitigation areas .

Keywords: Raised-fields, Muiscas, Sabana of Bogotá, prehispanic agriculture, landscape archaeology

Published
2018-11-26
How to Cite
Rodríguez-Gallo, L. (2018). Camellones e agricultura pré-hispânica na Sabana de Bogotá-Colômbia: um exemplo de gestão da água em áreas inundáveis. Estudos Do Quaternário / Quaternary Studies | Online ISSN: 2182-8660 | Print ISSN: 0874-0801, (18), 77-91. https://doi.org/10.30893/eq.v0i18.172
Section
Articles